14° Filmar en América Latina

Começou nesse último sábado (17), aqui em Genebra, Suíça, o Filmar en América Latina. Um festival de cinema espetacular que tem como objetivo mostrar para o velho continente o que o novo continente sabe fazer em matéria de sétima arte. E posso dizer, com orgulho, que temos muita coisa boa para mostrar! 

Como acontece a cada ano, um país é escolhido para ser homenageado, explorado, esmiuçado e revelado. Nesta 14a edição, o país em destaque é o Brasil, que vem representado por 24 filmes, que vão desde O Cangaceiro (1953), de Lima Barreto até o super recente Heleno (2012), de José Henrique Fonseca.

Fora isso, o Festival resolveu também exaltar a grande influência que a literatura exerce sobre o cinema em nosso País, prestando, assim, homenagem ao grande Jorge Amado. A escolha foi feita em virtude de o baiano ter tido vários de seus romances adaptados para a telona. O mais recente deles, Capitães de Areia (2011), realizado por sua neta Cecilia Amado, faz parte da seleção de filmes brasileiros aqui exibidos.

Em competição, o Brasil participa com dois filmes na categoria Prêmio do Público – Ficção: Sudoeste (2011), de Eduardo Nunes e Girimunho (2011), de Helvecio Marins Jr e Clarissa Campolina (uma coprodução Brasil, / Espanha / Alemanha). E com três filmes na categoria Prêmio do Público – Documentário: Os Últimos Cangaceiros (2011), de Wolney Oliveira, O Samba que Mora em Mim (2011), de Georgia Guerra-Peixe, e Confesiones (2011), de Gualberto Ferrari  (uma coprodução Brasil / Argentina / França).

Até agora só consegui assistir a dois filmes: Sudoeste (em competição) e Histórias Que Só Existem Quando Lembradas (2011), de Julia Murat. Ambos de excelente qualidade, dando mostras da nova cara do cinema brasileiro.

Prometo em breve postar as críticas.  De qualquer maneira, já estou aqui na torcida!

Por fim, para os que gostam de história do cinema, uma exposição de cartazes de filmes brasileiros foi organizada pelo Consulado Brasileiro nos Cinémas Grütli, exaltando os grandes ícones do Cinema Novo, tais como Glauber Rocha, Nelson Pereira dos Santos e Ruy Guerra. Sem falar no coquetel de abertura do Panorama Brasil (foto ao lado), organizado igualmente pelo Consulado, e regado à caipirinha, coxinha, pão de queijo, empadas e muita alegria! Valeu, Brasil!

 

~ by Lilia Lustosa on November 20, 2012.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

 
WP Like Button Plugin by Free WordPress Templates