Suíça

Corsier sur Vevey

Visitando Charles Chaplin

Para os loucos por Chaplin, como eu, aqui vai uma dica de primeira!  

Acima de Vevey, cidade pra lá de charmosa à beira do Lago Léman, fica um vilarejo chamado Corsier sur Vevey. Foi lá que Chaplin morou durante anos em uma linda mansão que está atualmente sendo transformada em Museu.

É lá também que ele está enterrado, ao lado de sua esposa Oona Chaplin, na maior simplicidade. 

Chegando lá para prestar uma visita ao grande gênio, fiquei impressionada de constatar que um homem da importância de Chaplin esteja enterrado em tão pequeno cemitério, em um local tão escondidinho, com tamanha simplicidade. Mas imagino que tenha sido justamente isto que ele tenha vindo buscar aqui na Suíça.

O vilarejo é um charme, com vista para o Lago e para os Alpes. E logo abaixo fica Vevey, onde há também uma estátua em homenagem ao grande Carlitos, bem na beira-lago, quase em frente ao Museu Alimentarium. Recomendo a visita!

 www.chaplinmuseum.com

Vevey

Musée Suisse de l’appareil photographique     

Como a fotografia é a base do cinema, este pequeno museu em Vevey é uma boa pedida para os cinéfilos de plantão. Lá você percorrerá a história da fotografia, vendo de perto alguns aparalhos fotográficos magníficos, podendo tocá-los e experimentar alguns dos aparelhos que antecederam a máquinha fotográfica que conhecemos nos nossos tempos (antes da digital). Além disso, você poderá ler  também um pouco sobre a guerra entre Nicéphore Niépce et Louis Daguerre sobre a paternidade da fotografia.

www.cameramuseum.ch

 

 

Lucerna

Bourbaki Panorama

Esse é um passeio pelo túnel do tempo, pra antes mesmo do cinema ter “nascido”.

O prédio redondo, que vocês estão vendo, é chamado PANORAMA. Um tipo de espetáculo que fez muito sucesso no século XIX, antes do cinema dar seu ar da graça.

Inventado pelo escossês Robert Barker em 1787, o Panorama é um prédio circular com uma torre ao centro, onde o espectador deve subir para observar uma tela gigante (pintada à mão), geralmente representando uma paisagem famosa ou alguma cena de batalha.

Qual a relação com o cinema? Bem, antes de chegar à tal torre, o espectador tem que percorrer corredores e escadas escuras, os fazendo esquecer por alguns instantes o mundo exterior. Mais ou menos a sensação que temos ao adentrar uma sala de cinema… Em seguida, ao chegar à torre, existe uma baulustrada que lhe impedirá de se aproximar demais da tela, assegurando assim que as extremidades dela não sejam vistas. Por fim, a luz natural que entra pela parte superior do prédio se reflete na tela, sem que o espectador perceba exatamente de onde ela está vindo. O efeito obtido é o de realidade! Como no cinema.

Ê como se o espectador estivesse de fato diante de uma paisagem idealizada ou dentro de uma batalha famosa.

Infelizmente restam muitos poucos Panoramas no mundo. E um deles é este aí, em Lucerna, uma linda cidade da parte alemã da Suíça. Eu recomendo!

www.bourbakipanorama.ch

Céligny

Tumba de Richard Burton  

O célebre ator Richard Burton (1925-1984) passou os últimos anos de sua vida na Suíça, em uma cidadezinha perto de Genebra, chamada Céligny. E é lá também, neste cenário rural e simples, que ele está enterrado. Precisamente no «Vieux Cimetière», bem ao lado de um riachinho que segue tranquilo, no mesmo compasso da vida do povo do vilarejo.

Esta casa aí da foto é a casa em que ele morou. Trata-se, hoje em dia, de uma propriedade privada, infelizmente não aberta à visitação. O nome no muro, no entanto, traz vestígios da presença do ator galês por essas bandas: «Le Pays de Galles».

O cemitério, por sua vez, pode ser visitado.


 

Tolochenaz

Tumba de Audrey Hepburn

Em 1963, a inesquecível, linda e sempre elegante Audrey Hepburn resolveu se instalar em uma pequena cidade suíça – Tolochenaz –

pertinho de Lausanne, tendo adquirido ali uma casa que seria doravante sua referência de lar: “La Paisible”.

Por aqui também, na cidade de Morges (ao lado de Tolochenaz), em 1969, ela se casou com um psiquiatra italiano – Andrea Dotti – de quem se divorciaria dez anos depois. Só para então encontrar aquele que iria lhe acompanhar até o último dia de sua vida (em 1993), o ator holandês Robert Wolders.

E foi em Tolochenaz que Audrey Hepburn escolheu ficar para todo o sempre. Num  pequeno cemitério, rodeado de verde e de paz.

Absolutamente imperdível para os fãs de Audrey!

 

Interlaken

Schilthorn – Piz Gloria

Os alpes suíços já foram cenários de muitos filmes de espionagem!   

Um deles foi ” James Bond 007 – On Her Majesty’s Secret Service (1969)”, com George Lazenby no papel do detetive mais charmoso do planeta. Algumas de suas cenas foram rodadas em um restaurante giratório que fica no cume do Schilthorn, a 2970m de altitude, com uma vista absolutamente magnífica.

Na época em que esse 007 foi filmado, o Piz Gloria era o único restaurante giratória do mundo. E foi usado como cenário para o filme antes mesmo de abrir suas portas ao público!

Hoje em dia, as sequências filmadas ali são projetadas lá mesmo, no alto do Schilthorn, em uma pequena sala de cinema concebida especialmente para isto.

Agora, o mais legal de tudo é como chegar até lá! A subida – super íngrime – é feita por teleférico em 4 etapas: Stechelberg, Gimmelwald, Mürren, Birg. São 2013m (de subida) de tirar o fôlego de qualquer um! Quer seja pela beleza ou por puro pânico!

Absolutamente sublime!

Só não esqueça de levar óculos escuros, pois a claridade lá em cima é absurda!!!!

www.schilthorn.ch

Bursins

Tumba de Sir Peter Ustinov

Em minhas caminhadas semanais pelos vilarejos suíços, descobri mais uma grande personalidade do cinema mundial que escolheu viver por aqui seus últimos anos de vida: Sir Peter Ustinov. 

Grande ator, escritor, diretor e dramaturgo inglês, conhecido por brilhantes atuações, tais como Nero, em Quo Vadis (1951), Lentulus Batiatus, em Spartacus (1960), ou ainda pelo detetive Hercule Poirot, famoso personagem de Agatha Christie, em Morte sobre o Nilo (1978). Fora, é claro, suas tantas peças e roteiros escritos ao longo do tempo.

A partir de 1969, embora ainda atuando e escrevendo roteiros, Sir Peter Ustinov passa a dedicar a maior parte de seu tempo a causas humanitárias, tornando-se, então, Embaixador da UNICEF.

Em 1980, ele se muda para Bursins, pequena cidade no cantão de Vaud, onde vai residir até a sua morte, em 2004. 

E é lá, no pequeno cemitério desta charmosa cidade, que Sir Peter Ustinov está enterrado.

Deixo aqui a sugestão da visita!

 


3 Responses to “Suíça”

  1. Aloha dude! Great resource! I really enjoyed being here.

  2. Como faço para visitar o cemitério de tolochenaz? Ficarei em lousanne

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 
WP Like Button Plugin by Free WordPress Templates