Piratas Pirados! (2012)

Título original: The Pirates! Band of Misfits  

Origem: Inglaterra

Diretor: Peter Lord, Jeff Newitt

Roteiro: Hamish McColl, Gideon Dafoe

Com as vozes de: Hugh Grant, Salma Hayek, Jeremy Piven

Tecnicamente impecável, divertido, inteligente, está aí um bom programa para toda a família!

A nova produção dos estúdios Aardman chega mais uma vez elevando o patamar da animação mundial! Utilizando personagens de massinha e técnica de stop-motion associada à tecnologia digital, o filme é tecnicamente e esteticamente brilhante!

Fora isso, Piratas Pirados! é de um humor altamente sofisticado, inteligente e mordaz – bem ao estilo inglês de ser – não poupando nem mesmo figuras importantes de sua história como a rainha Victoria herself e Charles Darwin.

A história é baseada no livro de Gideon Dafoe e se passa na Inglaterra vitoriana, em uma época em que a pirataria estava em voga, tendo a rainha Victoria como sua inimiga número um.

Enquanto a rainha (na voz de Imelda Staunton) defende, em terra firme, sua campanha antipirataria, um concurso de “Pirata do Ano” movimenta as águas e os piratas de todos os mares. Dentre eles, o candidato com menor probabilidade de ganhar o concurso é o pirata Capitão – a quem Hugh Grant maravilhosamente empresta a voz – e que é, digamos assim, um loser. Apesar de sua bela barba, nosso protagonista não é lá muito bom em saquear navios, nem em roubar tesouros… Não tem perna de pau, nem olho de vidro, muito menos cara de mau. Na verdade, o pobre Capitão tem ainda uma alma boa, não muito condizente com sua condição de pirata, embora lute constantemente para se tornar um verdadeiro terror dos mares…

Assim, depois de sofrer várias humilhações pelos outros piratas candidatos a “Pirata do Ano”, nosso Capitão resolve agir para mudar de uma vez por todas sua imagem de perdedor. Ele começa então a atacar sem descanso todos os navios que aparecem em seu caminho. Infelizmente, suas tentativas são todas fracassadas. Nada de ouro, nada de pedras preciosas, nada de nada! Até o dia em que, quando já está prestes a desistir de tudo, ele ataca um navio cheio de “bichos esquisitos” e se vê diante de ninguém mais, ninguém menos que Charles Darwin (David Tennant).

A partir daí, tudo vai mudar! O cientista – pintado no filme como alguém ganancioso e sem muitos escrúpulos – vai descobrir que o papagaio do pirata Capitão era na verdade uma espécime raríssima, e vai tentar convence-lo a apresenta-lo no Salão de Ciências de Londres, podendo com isso ganhar o grande prêmio. O perdedor pirata vê ali uma chance dourada de mudar seu destino. E a aventura tem início!

O filme de Peter Lord – também diretor do excelente Fuga das Galinhas (2000) – é gostoso de assistir e vai certamente divertir pequenos e grandes. Cheio de piadas inteligentes e referências histórias e culturais, Piratas Pirados! é extremamente crítico, satírico, misturando problemas antigos, contemporâneos e eternos com maestria. Aliás, me impressiona como os ingleses são capazes de criticar e brincar sem pudor nem medo com suas figuras mais emblemáticas, com seus símbolos nacionais, com sua história… Talvez uma lição que possamos ainda aprender!

PS. Vocês concordam comigo que a personagem de Salma Hayek – Cutlass Liz – foi inspirada em Maria Bonita e/ou no nosso cangaço nordestino? Não consegui enxergar de outra maneira…

~ by Lilia Lustosa on abril 15, 2012.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

 
WP Like Button Plugin by Free WordPress Templates