Un Plan Parfait (2012)

Veja o trailer aqui!

Título original: Un Plan Parfait 

Origem: França

Diretor: Pascal Chaumeil

Roteiro: Laurent Zeitoun e Yoann Gromb

Com: Dany Boom, Diane Kruger, Alice Pol, Robert Plagnol, Jonathan Cohen

Depois das lágrimas represadas ou derramadas, fruto do pesado tema da crítica da semana passada, sobre o sublime Amour de Michael Haneke, resolvi aliviar um pouco o clima e comentar hoje sobre um filme francês despretensioso, leve, divertidíssimo e super gostoso de assistir!

Trata-se da nova comédia romântica de  Pascal Chaumeil – mesmo diretor de Como Arrasar um Coração (2010) – protagonizada pelos fantásticos Dany Boon e Diane Kruger.

O filme, composto por uma série de flash-backs, conta a história de Isabelle (Diane Kruger), uma dentista bonita, bem sucedida na profissão e no amor, e de seu companheiro Pierre (Robert Plagnol), também dentista, charmoso e igualmente bem sucedido. Os dois estão juntos há 10 anos e Isabelle sonha agora em ser mãe. Acontece que, para Pierre, filho só depois do casamento.

Nada de tão extravagante ou impossível para uma jovem enamorada, não fosse a “maldição” que paira sob sua família: O primeiro casamento nunca dá certo!  A bela dentista entra, assim, em pânico, ao pensar que oficializando esta união, ela pode colocar tudo a perder, já que este será seu primeiro casamento. No entanto, como seu companheiro não abre mão do casório, ela resolve encarar a maldição de frente.

A família toda se inquieta por Isabelle. Sua irmã Corinne (Alice Pol), querendo vê-la feliz e bem casada, bola um plano perfeito: Isabelle só precisa viajar para Dinamarca – onde é possível casar e descasar no mesmo dia – pagar alguém para casar-se com ela, divorciar-se algumas horas depois e voltar para casa, direto para os braços de seu noivo. Simples assim!

Corinne encontra, então, um marido para a irmã, dá-lhe todas as instruções de onde encontrá-lo, providencia roupa adequada para o clima gelado da Escandinávia e a coloca diretamente no avião para Dinamarca. Tudo andando às mil maravilhas, a não ser um pequeno detalhe: o tal cara não aparece no local combinado. As coisas começam, então, a desandar.

Para que plano não vá por água abaixo, Isabelle precisa encontrar uma solução. E o nome dessa solução será Jean-Yves (Danny Boon), um redator de turismo do guia Routard que, por “um mero acaso”, estava no mesmo avião da noiva desesperada. Um cara grosso, direto, feio, esquisito, que fala compulsivamente.

Está traçada aí a fórmula para o riso fácil!

O filme de Chaumeil, apesar de super previsível e mais fraquinho do que o anterior (Como arrasar...), tem um bom ritmo, uma bela fotografia – com lindos planos do Quênia e de Moscou – e é composto por um trilha bem gostosa, assinada por Klaus Badelt, autor da trilha do primeiro Piratas do Caribe (2003).

Muitas das cenas de Un Plan Parfait são hilárias, tendendo ao burlesco, ao exagero, ao artificial, ao irreal. Mas a atuação da bela alemã Diane Kruger (a Bridget von Hammersmark de Bastardos Inglórios), estreando na comédia, e do já veterano de comédias Dany Boon, famoso por seu engraçadíssimo A Riviera não é Aqui (2008) garantem o sucesso do filme!

Aliás, o Jean-Yves de Boon tem de fato um quê dos personagens burlescos dos primeiros tempos do cinema. E tal qual um Carlitos, com aquele ar desajeitado, desastrado, meio rude, mas com uma alma extremamente sensível, inocente e boa, ele vai, pouco a pouco, nos conquistando.

Un Plan Parfait é um filme que não tem vergonha de ser feliz! Um tipo de A Bela e A Fera para “gente grande” que está a fim de relaxar, se divertir e dar boas risadas no cinema! PRA SE DISTRAIR, sem dúvida.

~ by Lilia Lustosa on November 18, 2012.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 
WP Like Button Plugin by Free WordPress Templates